O Amor Está Descartável


Nos dias de hoje não há cuidado com o amor. Já são muitos poucos e, desses ainda mais poucos são, os que ainda arriscam amar em plenitude. Onde estão os românticos? Que mimam e que cuidam e se desfazem em frases sussurradas ao ouvidos, em post-its colocados no pára-brisas do carro. Num beijo na testa seguido de um olhar que oferece muito mais carinho e compreensão que um beijo na boca, mais um. São os pormenores, esses malandros, que muitas vezes são esquecidos. Dá trabalho amar? Dá trabalho é cuidar do amor!No dizer que se gosta, o que nos cativa, o que estamos dispostos a viver e partilhar juntos. Desculpem-me a descrença, mas o amor está descartável, recicla-se de relação em relação. E... não é amor! Queria voltar a acreditar.
1 Response
  1. HannaH Says:

    nao ha nada a acrescentar às tuas palavras...elas dizem tudo!!!!