Momentos Escritos de Mimo

Achei que merecias um prémio, uma prenda, uma marca minha que deixa-se o teu coração cheio de alegria!  Personalizei este prémio só para Ti, Menina e espero que gostes! =) Ainda não o roubaste? Estás à espera de quê? =P

Se Fosses Uma Terra Qual Serias? Porquê?

Apartir de hoje e todas as quintas-feiras em diante vou lançar um desafio para partilharmos gostos e conhecermo-nos um pouco melhor, que dizem? =D

O tema é escolhido aleatóriamente por mim com base na frase: "Se fosses (...) o que/qual serias? Porquê?"

Esta quinta, cá vai: Se fosses uma terra qual serias? Porquê?

Ora, eu escolheria a Ilha do Príncipe do arquipélago de S.Tomé e Príncipe pois gosto do que transmite espaço e me dá a sensação de liberdade. É uma terra onde a beleza natural é simplesmente fantástica. Ao contrário do que possa parecer existem inúmeros alimentos disponíveis pela mão da natureza, desde fruta (carregadinhas as àrvores) até ao peixinho.

O povo é simpático e acolhedor. O clima é divinal e as praias um esplendor. Mas, acima de tudo eu teria de estar onde está uma grande variedade de animais. Adoro como me fazem sentir e como eu os posso fazer sentir. E esta terra faz-me sentir tudo isso, faz-me sentir uma alegria imensa! ;D Estaria eu em África, para onde grande parte da minha família materna emigrou e a minha mãe nasceu, mais propriamente em Moçambique! Estas raízes... parece que estão no sangue... Mesmo sendo eu branca, mas branca que nem cal, muitas vezes sinto-me mais preta que nunca! =P    

A Gripe Suína

E depois da gripe esquecida das aves, não é que maldita da gripe contra-ataca e, desta vez, na população que nos fornece a chouriça, o presunto e o belo do fiambre! Porra, que sorte!

Vai de mal a pior! Não há quem ponha um travão nisto! Não se alarmem mas... estamos tramados! Será que da proxima vez vamos ouvir falar de "fish flu"? Naqueles peixes que têm a mania de andar em àguas quentes e depois àgua frias. Eu diria que esta diferença de temperaturas e, a juntar-se à festa o aquecimento global, é grande a probabilidade disso realmente acontecer!

E a OMS já classificou a pandemia em alerta 5 ... Pânico?!

Dicionário Açoreano-Inglês-Português

Depois de fazer um comentário acerca de como falam os açoreanos, lembrei-me de um e-mail que uma grande amiga açoreana da faculdade me mandou à uns tempos atrás. Desfrutem ;D

Can't - Significa que não está frio. Ex: O café está can't.

Can - Usado por quem sofre de amnésia. Ex: Can sou eu?

To see - Onomatopeia que representa tosse. Ex: Eu nunca to see tanto na vida.

Cream - Significa roubar, matar Ex: Ele cometeu um cream.

Dark - Significa generosidade, dar. Ex: É melhor dark receber.

Date - Vocábulo usado para mandar deitar. Ex: Date-se aí! 

Day - Vocábulo usado para dar. Ex: Day-lhe um presente. 

Ice - Expressão de desejo. Ex: Ice se ela me beijasse! 

Lay - Norma a ser seguida . Ex: Roubar é contra a lay. 

May go - Pessoa dócil, afável. Ex: Ele é muito may go. 

Monday - Vocábulo usado para ordenar. Ex: Ontem monday lavar o carro.

Must go - Significa mastigar. Ex: Ele colocou a pastilha na boca e must go. 

New - Sem roupa . Ex: ele saiu new de casa. 

Part - Lugar para onde mandamos as pessoas. Exemplo: Vá para o raio que o part! 

Packer - Prefixo que indica bastante. Exemplo: Eu gosto dela packer-amba!

Paint - Artefacto para pentear o cabelo. Ex: Me empresta o paint. 

River - Pior que feio. Ex: Ele é o river. 

Sad - Quando se precisa de água. Ex: No deserto as pessoas sentem sad.

Show - Verbo que indica afirmação. Ex: Eu show eu! 

Vain - Do verbo vir. Ex: Eles vain hoje? 

Year - Deixar, partir. Ex: Ele teve que year?

Palavras tipicamente açoreanas:

> Coller - Caixa Térmica
> Friza -> Congelador
> Certâ -> Frigideira
> Alvarozes -> Jardineiras
> Macaquinhos -> Desenhos Animados
> Gama -> Pastilha Elástica
> Mapa -> Esfregona
> Pana -> Alguidar
> Pechenchinha -> Pequenina
> Blica, Pomba -> Pénis
> Suera -> Sweater
> Slipas -> Chinelos
> Bezerrar -> Seca
> Adiante -> Passar á frente
> Vela, Cadela -> Bebedeira
> Aguindar -> Atirar
> Clauseta -> Dispensa
> Tal Disparate -> Muito fixe ou Nada fixe
> Simbora -> Se + Embora
> Pariba -> Para + Cima
> Vaião -> Vão
> Meítes -> Meias
> Boca da Canada -> Início da rua
> Botas de Cano -> Galochas
> Vilhão -> Egoísta
> Vilhoa -> Feminino de Egoísta
> Casa despeije, Cazão -> Quarto das máquinas
> Verbenas -> Discoteca ao ar livre
> Mamas de Preta -> Chocolates Kisses
> Banda -> Lado
> Massa Sovada -> Pão Doce
> Routo -> Rasgado
> Venda -> Mercearia
> Carreira, Urbana -> Autocarro
> Hamberga -> Hamburguer
> Hatdogues -> Cachorro Quente
> Recta -> Via Rápida
> Melros -> Pássaro Cumum
> Estoa -> Centro Comercial
> Infezado -> Magricela
> Relva -> Erva
> Presa -> Subida
> Naião -> Gay
> Valêta -> Passeio, berma da estrada
> Cerrado -> Pastagem
> Marmitas -> Taparoeres
> Boate -> Discoteca
> Palanque -> Sítio onde agente se abriga dos Toiros
> Barraca -> Tenda
> Arrematado -> Arranjado
> Gaitadaria -> Rir muito
> Pisca -> Pouco
> Presada -> Pss bem arranjada, Fina
> Vento encanado -> Corrente de ar
> Bota -> Põe
> Papo-seco -> Carcaça
> Cismar -> Teimar
> Ruim -> Mau
> Ruindade -> Maldade
> Montes -> Bué
> Retoiçar -> Brincar
> Enrriçar -> Tripar
> Correr meninos -> Ir a casa dos amigos no Natal comer e BEBER
> Levar com a porra -> Levar na cabeça
> Tal mijeira -> Piada sem piada / Muita sorte
> Samarra -> Casaco
> Cádê... -> onde está...
> É homme -> Espanto, chamamento, etc.
> Quando sepucata -> De repente
> Sucundera-> 'Assim como era ...'

Mas melhor que o açoreano é sem dúvida uma continental (como eu =P) a tentar imitar um açoreano! hehehe! ;D

Corrisca Mal Amanhada (Como quem diz "Tola!")

Para Verem Como Elas Mordem!

Quando pensamos em agradar à nossa cara metade, vale tudo... calma quase tudo! xD É que aliada à falta de imaginação, eis que surge uma ideia deveras (des)interessante -.-' Romeus e Julietas deste mundo (Estão ai? =P), não podem perder a oportunidade de partilharem a "novidade" do século (para um relacionamento obecessivo, pedir melhor era, realmente, impossível), o Desperta Amor!

"Ofereça uma metade do Desperta Amor ao seu parceiro e fique com a outra metade! Em períodos aleatórios o Desperta Amor toca uma música romântica para que a relação seja sempre lembrada. Nunca saberá quando a melodia desperta, mas uma coisa é certa: sempre que ouvir o Desperta Amor, a pessoa amada estará a pensar em si, pois a melodia toca simultaneamente e em qualquer parte do mundo!" Wooow como é que eu nunca me tinha lembrado disto? LOL

Mas a parte com mais senso de humor em relação à descrição do produto é sem sombra de dúvida esta:


  • O Desperta Amor possui um botão de silêncio. (E não desperdiçar 29€ ?)

Isto faz-me reflectir ao ponto de constatar como a tecnologia e a obecessão das pessoas podem tornar-se de tal maneira importantes para anular a verdadeira essência de uma relação. Já não bastava o telemóvel (que tem sempre o modo de silêncio, também tinham de inventar isto? Valha-me Deus!) agora também surge este aparelho todo xpto para tornar as relações doentias, ainda mais doentias.

Temos um certo gostinho para o controlo mas acho que quanto menos liberdade existir, quanto mais queremos mudar o outro, maior será o afastamento. Até que ponto estamos dispostos a ir e a usufruir da tecnologia para "melhorar", neste caso, as nossas relações? Sinceramente, não há nada como o olho no olho, a tua pele na minha pele, a tua boca na minha, até mesmo as palavras que nunca queriamos ter ouvido ali e agora seguidas de pazes e festinhas heheh ;D

Ou sou eu que ando a ficar maluquinha ou este tipo de coisas faz-me querer que um milhão de pulgas me morda para ver se estou mesmo acordada ou a sonhar!

Para mais informações: http://www.despertamor.com/

Ando À Tua Procura... Amor!

Eu só queria que visses, com os teus próprios olhos, esses de um castanho infantil, a pequenez das tuas atitudes. Gostava mesmo que olhasses como deverias olhar e perceber, por fim, aquilo que deverias ver com olhos de ver. Ver aquilo que tens realmente de ver.

Eu estou aqui, atrás de mim, à espera.

Tu estás aí, à tua frente, a ir embora.


Queria que pudesses sentir, pela tua própria mão numa estalada, como te deverias sentir.

Continuarás a fazer o que queres.

Tu insistes. Eu insisto.

Tu ficas. Eu vou.

Já não ando à tua espera, ando à tua procura... amor!

Please Remember

And how we laughed and how we smiled

And how this world was yours and mine

And how no dream was out of reach

I stood by you, you stood by me

We took each day and made it shine

We wrote our names across the sky

We ran so fast we ran so free

I had you and you had me

Please remember, please remember
 

Histórias para Adormecer I

Não, não existem contos de fadas, não me venham contar o final do "felizes para sempre!" Ensinem aos míudos quando lhe contam as histórias para adormecer que na vida real isso não é assim, simplesmente não é. É por estas e por outras que depois andam tantas cinderelas a chorar baba e ranho pelos seus príncipes... "Não querida, o sapato não te serve!" Oh, porra e agora o que faço da minha vida? Era suposto sermos felizes para sempre...

Todo o homem tem o orgulho besta o suficiente para não se dar sequer ao trabalho de procurar a sua donzela e se a procura cansa-se demasiado rápido, dizem que somos dificeis de mais, complicadas a menos...Ahhh! Tudo o que bem entendem serve para justificar o facto de dificultar uma noite de queca fácil!

Raio vos parta!

A Liberdade

O 25 de Abril deveria ser comemorado todos os dias. Na liberdade que temos de expressar as nossas opiniões, defender as nossas convições, dar ouvidos e ser ouvidos. Segue-se um poema com 25 versos em homenagem ao dia! =)

A liberdade está no sumo da fruta

Quando lhe damos uma dentada

A liberdade está na gruta

Que por fim é iluminada

A liberdade corre uma maratona

E chega em primeiro lugar

A liberdade não é aldrabona

Está na verdade e no amar

A liberdade é minha e tua

É nossa, é um musical

A liberdade anda na rua

É solitária e universal

A liberdade dos gestos oferecidos

A liberdade das promessas cumpridas

A liberdade chega para os amigos

A liberdade torna as vidas resolvidas

A liberdade está no nariz

Nos olhos, nas orelhas e na boca

A liberdade é uma imperatriz 

Que é tudo menos oca

A liberdade beija uma flor

A liberdade é doce e delicada

A liberdade tem muito de amor

A liberade nunca pode ser tirada

Brindemos à LI-BER-DA-DE! =D

   

Shiuuuu Eu Abraço-te! =D


O mimo pelo mimo. O carinho pelo carinho. Porque nada é mais importante que este momento, neste mesmo momento! Para todos cá vai um... ;)

Quando Cai A Noite Na Cidade

Quando cai a noite na cidade

Há sempre um sonho

E há magia

Há noite na cidade

Há sempre um sonho

Até ser dia!

Esta é a minha cidade, onde está o meu sonho de noite e de dia! Orgulhosamente portuense! =')

Porque isto na vida não só coisas más, não são não! =D

Amor Como o Meu, Não Terás Mais Nenhum!

Onde está o brilho do teu olhar?

Onde está o abraço que prometeste dar?

Onde estão as palavras para acarinhar?

Onde está o "tu" que um dia me fez sonhar?

Já não te encontro modesto

Já te condeno as atitudes

Ainda te coloquei num cesto

Ainda te disse: "Nunca Mudes!"

Como é tão fácil prometer a amizade

Como foi díficil cumprires a promessa

Nada que digas me soa a verdade

Nada me faz querer uma nova remessa.

Desculpa se me demorei a resolver

Desculpa se ainda não te sou indiferente

Desculpa, eu não queria crer

Desculpa se só és tu quem te mente.

Para quê ainda escrever?

Para quê ainda falar?

Sou livre de dizer

Sou livre de me conquistar.

Escolho as palavras certas

Em que te revês e te revêem

O que o coração não sente

Os olhos não vêem.

São as farpas de verdade

Que te cravam o peito

Denuncio a tua maldade

Eu? Mereço respeito!

Queres brincar com o lume

Um dia vais ver que te aleijas

Mas não hoje! Estás no cume!

Amanhã, já não me beijas.

Tudo volta para mostrar

Que o meu caminho foi duro

Quando de ti deixar de gostar

Serás tu a esbarrar no muro.

Canta bem alto mas sem forçar

Salta longe para lá tentares chegar

Quem hoje se ri, amanhã está a chorar

E, agora, sou eu quem quer mudar.

Todos pensam que não sei

Que a minha burrice é existencial

Não me arrependo do quanto me dei

Mas sei bem o que hoje é primordial.

Não digo que cresci da boca para fora

Não sou de mandar as palavras pelo vento

Sinto que ficararei bem e sem demora

Só conseguirei ir longe com o lento.

Recorda-te só do que te dei

O que eras quando fomos um

Não volta, mil vezes te lembrarei

Amor como o meu, não terás mais nenhum!

Merda, Porra, Foda-se, Caraças!

Merda para esta fragilidade

Merda para esta débil auto-estima

Merda para esta instabilidade

Merda que vem, sempre, acima

Porra que não me aguento

Porra que não me controlo

Porra! Porque não rebento?

Porra! Porque não passo do solo?

Foda-se! Que vida tão escura

Foda-se! Que caminho tão moroso

Foda-se, para esta amargura

Foda-se! Que momento horroroso

Caraças lá para o deita abaixo

Caraças lá para a vitimização

Caraças porque sempre me agacho

Caraças porque nunca ouço a razão!

Além Desta, Amigos, Terei Outras Vidas

Estou cansada de me cansar com isto

Digo que estou farta mas, no fundo, até quero saber

Caio no rídiculo, é uma sentimento estupidamente misto

Digo que não quero sofrer mas, acabo sempre por o fazer.

Quando isto vai terminar?

No dia em que cortares definitivamente

Quando me irei libertar?

No dia em que decidir viver decentemente

Adiar a única solução 

Só a torna um problema

Só ouves o teu coração

Que, por vezes, erra no esquema

Sentes falta do que já não voltará?

Sentes saudade do que não é mais?

Sentes que aquele mundo não regressará?

Sentes que, afinal, é demais?

Não vou continuar a sorrir e amparar

Quem não me deseja mais por perto

Cansa-me o cinismo, o falso "amar"

Voltar atrás era sobreviver num deserto

Porque me tenho de desiludir?

É a pior das despedidas

Sim, fui eu quem escolheu partir

Além desta, amigos, terei outras vidas

Vira a Página Sff

Quando eu pensava que já não me podia surpreender mais pela negativa, descubro que estava errada. Riscar, Apagar, Deletar. Porque, simplesmente, não vale a pena investir seja no que for. Desiludida. Mas sabem? Isto é sp a crescer.

Dança

Fiquei fã das aulas de MTV Dance! Hoje tive a primeira aula e gostei muito! Shake it babe =)

Infância, Doce Infância

Tenho saudades de...

-jogar à macaca e ao cola-descola

-cantar "o cucu não queria comer as couves"

-fazer acrobacias nos ferros 

-ter um cravo no joelho

-fazer teatro

-jogar futebol e ao macaquinho chinês

-escondidas com o famoso "Rebenta a Bolha"

-imitar a power ranger amarela

-beber aquele leite escolar com desenhos

-ir ao wc e as sanitas serem pequeninas

-tocar flauta

-fazer os TPC´s todos juntos

-jogar ao jogo do galo nas mesas

-fazer trabalhos manuais

-desenhar, pintar, sujar-me toda

-proteger gatos, ratos, passaros tudo que visse

-tomar o comprimido do fluor todas as manhãs

-saltar em todas as poças de àgua

-apanhar com um tijolo nos cornos

-ter aulas de música

-subir às arvores e malhar

-jogar "o jogo da glória"

-jogar ao bate-pé

-casar-me com um em cada semana

-ter nenucos que faziam xixi

-ter 30 carrinhos e fazer estradas com cartas 

-brincar com legos

-ter uma lancheira amarela

-ver o dragon ball

- cantar fitinha azul e "Estou na Lua"

-dançar, dançar, dançar

-usar boias no mar ou na piscina

-andar nua na praia, só com um barrete

-fazer grandes construções na areia e enterrar os primos

Infância, Doce Infância =)

E vocês de que têm mais saudades? =P

E Eu Ainda Não Deixei De Sonhar

Tirem-me estas dúvidas, estas incertezas

Cortem a corda bamba onde insisto andar

Porque devo ir? Porque devo ficar?

Descanso na almofada, fujo das decisões.

O futuro foge-me por entre os dedos

Tão fugaz, tão indiferente, tão impaciente

Não tem tempo para mim, segue em frente

Não se deixa prender aos meus medos

Preciso não parar mas sim abrandar

Refugiar-me e reflectir o que desejo

Como um longo e delicioso beijo

Que me obrigue, finalmente, a despertar

Sou vivida e dividida

Não sei que caminho tomar

Nos atalhos não há vida

E eu ainda não deixei de sonhar! =)

Semanadas

Segunda vou dançar para sentires o meu ritmo

Terça vou cantar bem alto só para me ouvires

Quarta vou pintar um quadro que seja só nosso

Quinta vou desenhar todos os teus detalhes

Sexta vou escrever tudo aquilo que sinto por ti

Sábado vou contar alguns dos meus segredos

Domingo vou sentir que consigo voltar a amar...

 

E sabes porquê? 

É uma nova semana! =)


25 Janeiro '09

O Futuro Começa Hoje

Renascer não por obrigação mas por decisão!

Mudar não pelos outros mas por mim!

Aprender que a vida não é em vão!

Sentir a plenitude de ser feliz, sim!

 

Cantar para os males espantar

Caminhar até ser um novo dia

Sonhar é para nunca mais parar

Crescer espalhando alegria

 

Bater a muitas portas com determinação

Abrir muitas janelas num sopro de liberdade 

Só eu conheço o bater do meu coração

Como é bom sentir o gosto da verdade

 

O futuro começa hoje...

21 Janeiro '09


Amanhã é Outro Dia, Meu Amor.

Mais recentemente, revivo neste poema o fim de uma relação que tive.

Na areia da praia, ouvi e senti, numa noite sem fim
A cada olhar, porque basta um olhar
Afoguei-me em ti e perdi-te assim
Não há salvamento para este nosso mar

Na cama agora há um lugar vazio
Que teimas em preencher
As minhas lágrimas caem em fio
Sim, prefiro nem te ver

Vou levantar-me! 
mesmo que ainda tenha que cair muitas vezes

Vou sorrir!
Porque mereço ser feliz

Vou gritar!
Para me libertar

Vou-me Cansar!
Aí vou-me deitar...
E só aí, mesmo aí... te irei esquecer...


E Amanhã? Amanhã é outro dia, meu amor.

19 Janeiro '09

Altos e Baixos

Apesar de o ter sido escrito à uns tempos, continuo a gostar da mensagem que transmite...

Quero voar mesmo não tendo asas.

Caio, foge-me o tempo e não me levanto.

Quero planar e sentir o frio cortante da brisa.

Escorrego e fico num sítio difícil de sair.

Não paro e escuto, Olho e finjo que não entendi.

Uma teia tão bem tecida e brilhante que tanto me deslumbra como me emaranha cada vez mais.

É um caminho sem saída.

Fica aqui e espera por mim, não partas que ainda o dia mal começou.

Mas não aguardes até ao anoitecer pois já me recolhi.

A eternidade é ficção dentro da dura realidade dos dias.

Não faças um pacto com ela, vem sentar-te ao meu lado.

A solidão sussurra pela janela que me quer prender, quer-me cativa num pranto sem fim.

Não ligues, vem ao meu encontro e desliga-te do mundo.

Encosta a tua cabeça no meu ombro e conduz-me nesse teu sonho.

Que ninguém me acorde e perturbe esta sublime harmonia. É só minha. É só tua. É nossa.

Passas-me a mão pelos cabelos. Curtos como a esperança, fracos como os homens e poucos como as virtudes.

A auto-estima destrói-se.

Cheiras-me a pele como se fosse a primeira vez.

Descobres como se arrepia, vês como te deseja.

Então, momentaneamente não reflectes.

Ficas seguro que hoje, mesmo que seja só por hoje, serei a mulher da tua vida.

18 Junho '08

Gosto de Fado

Gosto de Fado... Nem de todo ou cantado por todos. Mas, até gosto de fado... O fado pelo fado. Nada me faz sentir mais portuguesa.

Gosto das guitarras a chorar. Gosto das vozes que andam de mãos dadas com a alma. Gosto, mas nem sempre ouço.

Pronto. Não doeu xD

Vou ouvir Ana Moura ;)

Convocada!

Já treino há uns dias nestas coisas de blog e eis que chegou o momento, após um pouco de treino, de ser chamada para entrar no jogo e não me limitar a ficar no banco. Passo agora a responder ao desafio lançado pela minha Menina e agradecer-te por arriscares passares a bola pa eu tentar marcar golos. Espero não falhar o xutxi garota ;)

Regras:
Listar 5 obsessões, apegos ou manias;
Postar as regras do desafio;
Listar 5 blogues para responderem ao desafio.

Estas são as cinco das minhas:

First - GATOS - Ao todo já tive 8 gatos, o número 8 é perfeito pois só basta por umas orelhinhas, uns bigodes, cauda e já tá desenhado um felino! Miauuu! São todos começados pela letra P menos a última markesa que foi inicialmente para ser só família de acolhimento mas, depois acabou por ficar =D mas o seu apelido é Piteuzinho por isso o P anda em todo o lado. Hehehe!

Second - ICE TEA LIMÃO - a minha bebida perferida, quem me conhece já pede por mim quando vamos a um café ou numa refeição. Mas tenho de confessar que a Luso Formas de Kiwi é uma boa concorrente! Mas, caraaaa! Porra! =P

Third - NÃO FAZER NADA - Ultimamente tem acontecido mas, nunca me canso! E acho que quando regressar ao activo vou ter logo saudades! Ai o pecado mortal da perguiça a chamar-me! XôXô! LOL xD Mas a verdade é que estou sp a cóca de quando posso estar simplesmente de papo pó ar! =P

Fourth - SOPA - por incrível que possa parecer é a mais pura das verdades, gosto imenso de sopa (mas nem sempre foi assim) e sempre que posso incluo-a nas refeições e depois há as sopinha de arroz after ressaca que são as minhas predilectas xD Costumo ser a gaja que tá na fila da "Loja das Sopas" ou quando digo: "Vamos à loja das sopas?" as pessoas dizem... "Oh, não!" Sou daquelas pessoas que tem mesmo prazer em comer e isso, claro, inclui sopas. Não sou de dietas, nananana! Ainda bem que não engordo o que como... senão... LOL

Fifth - MALAS - Adoro malas! Pequenas, grandes, gordas ou magras LOL É uma colecção maior que a dos cachecóis, confesso-me!

Como ainda sou nova nestas andanças, não tenho à vontade suficiente para lançar este desafio a 5 outros "blogueiros" xD Daqui a uns tempos pode ser que mude! =)

Conto convosco! =')

O Manel e a Maria

Era uma vez um Manel que já conduzia hà 4 anos e a Maria era aquela típica mulher que vai a travar com os pés no lugar do morto, que avisa que há um stop a 1 kilómetro de distância, vê uma passadeira onde mais ninguêm vê, conhece as ruas da cidade melhor que um taxista de 70 anos e, mesmo calada, nunca vai relaxada, anda sempre a dizer que tá um tempo frio pois o Manel, no ver dela, não cumpre as distâncias de segurança... Enfim, nunca cumpre com nada.

O mais interessante desta história é quando vos confidencio baixinho: "A Maria não tem a carta nem a quer tirar". Não que não tenha tentado, simplesmente, diz que os transportes públicos são a sua alegria de viver! A sério? Pena que não vai ao Lidl fazer as compras do mês a pé e a pedir, não vai apanhar o comboio com as malas de viagem sem chamar um táxi (o novo transporte público de topo) ou pedir boleia aos amigos.

Acho que quando algo de grave realmente acontecer se vai recusar a ir de carro para o hospital porque é uma ambulância e não um transporte público. Quiçá se fosse o Manel a puder engravidar, quando lhe rebentassem as àguas e calhasse de estarem em casa, a Maria não teria mãos a medir e dizia "Puxa-o pa dentro que ainda tens de esperar 20 minutos pelo 200, fazer transbordo pó metro até ao S.João e, como não temos passe, ainda tenho de ir comprar o andante e validá-lo (que picar a senha é do passado)". Porra pá, mas que merdices! Já chega não? Já CHE-GA!

Mas nisto, a Maria lembra-se, passados 4 anos, que afinal o Manel era um assassino rodoviário em série, que nunca tinha sido apanhado pelas brigadas STOP. Mas há mais, passava a vida a soprar ao balão e as multas de velocidade, de mau estacionamento eram o pão nosso de cada dia (isto porque há grandes padeiros neste país! Se os há!), Não se deixem impressionar, eram sempre daquelas multas todas muuuuito graves, ui gravíssimas! (de se lhe tirar a carta, como quem queria dizer de se lhe tirar o chapéu).

Conclusão: era um perigo para a humanidade, este Manel, sobre rodas e, para ele próprio. Não o fodam! Valha-me Deus, mas por favor!

Ela não estaria a pensar nele, na sua segurança, no seu bem-estar como bem lhe convém justificar mas, sim, única e exclusivamente, na sua maneira de ver a condução e, principalmente, na maneira que exige (Exige, pois o carro é todo dela, é quem paga as prestações!) que o pobre do Manel conduza! "Mas quem é que tirou a carta aqui carailho?" solta o Manel. Pf... alguém que me explique como é que é possível este Manel ainda estar bom da cabeça se cada saída à rua é um circo?"Mas quem é que tem o poder de te tirar a merda das chaves?" remata a Maria. "Sou eu, que sou tua esposa!".

O Manel começa a andar de transportes públicos, a pé. A Maria tinha-lhe tirado aquilo que mais alegria lhe dava neste momento complicado que está a passar e, continua, orgulhosamente, a fazer chatagem com ele: "Enquanto não cumprires rigorosamente o código da estrada, não há nada para ninguém!" Falam o essencial, mas não convivem, como dantes. Chamemos-lhe sobreviver. O Manel segue com a sua vida e, estranhamente, a situação começa a passar de uma enorme revolta para um "Tasse bem, filhota!".

Certo dia, a Maria decide partir para o Hawai. O Manel, inicialmente, era para ir mas, acha que umas férias sozinhos lhes farão bem aos dois e fica por Portugal, com os seus botões. Mas não fica muito tempo sozinho, passa uns dias com uns amigos e eis que regressa a casa. Chove torrencialmente e não lhe apetece cozinhar, a chave do carro está à mão, então liga o Bolinhas e põe-se a caminho da churrascaria. Mas como as saudades já eram muitas decide também ir até à beira mar e ao shopping para distrair. Soube-lhe bem, mas o prazer seria momentâneo. Depressa regressa a casa e continua com a sua vida.

Entretanto quando a Maria regressa, o Manel calha de não estar em casa nessa altura, tinha ido segurar a mão e dar uma força à tia já velhota no hospital. O estado da titi agrava-se e o Manel tem de ficar por mais tempo sem voltar para sua casa. A Maria não tem mãos a medir e telefoma ao Manel: "Olha lá, pegaste no carro?" e este responde: "Estive lá dentro sim." e ouve: "Olha então como me explicas que antes de ir pó Hawai estava a marcar X kilometros e agora marque X+Y? E pouco mais tarde desliga o telefone na cara do marido. O Manel nunca gostou de Matemática e naquela altura pensou porquê que tinha de voltar a repetir os exames nacionais tão inesperadamente, se já os tinha feito e mais que feito... A verdade é que ele perdeu toda a razão infelizmente mas, digam-me lá se no fundo a Maria também não estava danadinha de apanhar o primeiro deslize (dá vontade de ficar sem palavras...).

Seguidamente o Manel anda pelos corredores do Hospital e decide mandar-lhe uma mensagem a dizer: "Perdi toda a razão, infelizmente. Não deveria ter pegado no carro naquele dia. Esta situação só nos está a magoar e a afastar e, por isso, te digo que não vou voltar a conduzir. Lamento ter que chegar a este ponto." A Maria caga de alto. Liga mais tarde a perguntar pela titi ao marido. Este explica-lhe tudo direitinho como lhe dizem os médicos e, no final, pergunta-lhe se viu a mensagem. Ela responde com duas pedras na mão e justifica-se com a sua ida no autocarro para não se pronunciar. O Manel não quer esperar mais e insiste pois não é quando a Maria quer e bem lhe apetece que se fala. Discutem e discutem e discutem e a Maria volta a desligar-lhe o telemóvel na cara. O Manel fica podre. E não atende mais o telemóvel à Maria. Amanhã é dia de visitar a titi.

Brilhozinho Nos Olhos

Há muito tempo que penso numa coisa que pode parecer ridícula =P Acho que o brilhozinho dos meus olhos é entristecido. É mesmo.

Desde pequena que sempre fui uma criança extremamente socíavel, alegre e extrovertida. Talvez para camuflar um pouco alguma carência a nível afectivo, mesmo antes do falecimento do meu pai. Depois desta terrível situação, continuei a ser assim mas, de uma forma diferente. Como se me tivesse guardado (a pessoa que tinha sido até aí) num baú. Para salvaguar a minha verdadeira essência talvez, a pureza dos meus actos e até mesmo uma felicidade que nunca mais voltei, muito sinceramente, a sentir.

Até à bem pouco tempo, a qualquer e toda tristeza que me calhava de suceder, refugiáva-me imediatamente na ideia do sofrimento que tive com a perda, daquele que, foi um dos Homens da minha vida;) Porquê associar sempre os maus momentos todos em conjunto? Eu era mesmo masoquista às vezes. Xiça penico! =P

Mas agora eu recuso-me, sim recuso-me a quando estou em baixo, pensar nele também e, de certa forma justificar tudo do "Então, porque estás assim?" com: "Sinto saudades dele"ou "Ele faz-me muita falta".  Não vos minto, sinto muita saudade e faz-me sem sombra de dúvidas muita falta mas para quê que continuava a fazer estas associações? Não sei se vos estarei a explicar bem isto. LOLOL xD A minha seriedade tem dado muito a desejar ultimamente. =P

A verdade é que claro me lembro dele todos os dias, ninguém me precisa de dizer e não tenho um momento de 5 minutos do dia em que digo: "Vá está na hora de pensares nele!" e os pensamentos são arrancados a fórceps! xD Não pá! =D As coisas não funcionam assim comigo =P Relembro-o quando se fala directamente nele, quando passo em algum sítio, quando alguém diz uma expressão que associe a ele e tantas outras coisas que passaria aqui uma quantidade infinita de horas a escrever e, eu que agora estou à rasquinha para ir fazer um xixizinho mas me tou a aguentar por isto tá a fluir bem... benzinho vá! xD

Ou seja, não o quero voltar a associar aos meus maus momentos e, pior do que isso, refugiar-me dele para justificar quando as coisas correm mal para o meu lado. Porque isto não me tem feito bem, não faz.

Existe aquele velho conselho, velhinho que diz para nos relembrarmos sempre das boas coisas que passámos e eu, também tenho feito a maior parte das vezes isso. A associar que seja sempre aos bons momentos (que faço mas quero continuar a fazer mais vezes), celebrar esses pensamentos juntamente com as minhas vitórias entendem? Acho que se lê-se este post iria dizer: "Não tens mais nada para fazer?!" LOLOL As pessoas desocupadas são assim paizuco heheh =)

Mas o brilho dos meus olhos comprometeu-se gente. Foi como se pudéssemos chegar lá com um pincel e pintar, tal como numa tela a óleo, as dores por que passa a alma ou até mesmo usar um pouco de photoshop para regular o brilho da imagem. Há qualquer coisa de triste que não sei explicar e que mais uma vez inconscientemente associei... Pois! LOL xD Mas o que vale é que tenho andado a maior parte do tempo com um sorriso sincero que já tinha saudades de ter.

Dizem que tudo compensa sempre, é como quando uma parte do cérebro se perde, as zonas vizinhas regeneram assumindo a sua função. As coisas que estas crianças lolol aprendem hoje em dia. Um dia, quando for grande, quero ser como tu! xD Sinto-me uma melhor pessoa, uma pessoa mais feliz! Viva! E agora foi mij** porra! LOLOL Tinham-se esquecido né? Eu não caraças! Fui! =D

Os Carneiros são Lixados

Chegaria o dia em que não me apeteceria escrever texto corrido. Hoje fico-me por tópicos:

- O Mundo é pequeno: a senhora da pensão onde estou hospedada na Figueira da Foz tem uma filha com o mesmo curso que eu e um dos meus profs é o padrinho de praxe dela;

-Não há nada como a entreajuda: a senhora levou-me ao hospital para eu não ter que pagar mais um táxi;

- O tempo vai de mal a pior. Se ontem me queixei do frio, hoje estava muito mais;

- Peguei-me com uma enfermeira porque não reparou que o sistema de soro estava infiltrado e por sugerir que se fizesse uma cateterização central, que acabou por ser feita (Os Carneiros como eu são lixados);

- A colonoscopia feita de manhã foi inconclusiva. Repete-se amanhã e vai à faca de uma maneira ou de outra... Ás vezes detesto termos que seguir protocolos, eu partiria já para a operação exploratória (sim, eu sei que tenho um laço afectivo com a doente...);

- Hoje estava francamente pior: muito anémica, logo mais cansada, mas apesar de tudo com as tensões normais. Fez nebulizações grande parte do dia, levou duas unidades de sangue e a glicose estava muito alta (bota insulina) quando me mandaram embora;

- Continua bem disposta e com sentido de humor;

- O médico que a está a seguir é alto, moreno e bem jeitoso. Abre a boca e... é inteligente e uma simpatia. Ás vezes pergunto-me que mal é que eu fiz a Deus para ser baixa LOL =P

- Dividi-me entre horas no quarto e saídas para contactar com a família

- Descobri que o bar do hospital tem uns rolos divinais.

- Fui ao Jumbo comprar baton de cieiro, toalhitas, um pente e nivea para amanhã a mimar;

- Jantei no Mac. E que bem que me soube.

- Recebi mais uma mensagem de secas que me fez cag*** a rir. Eu gosto mesmo disto. Quando não se tá a contar é mesmo bom ;)

- Não quero voltar a ver certos e determinados Hi5's. Inervam-me.

- Deixem-me ouvir música e conversar no msn para me distrair. Amigos? São poucos, mas bons!

- Não tive tempo para ver o jogo F.C.P X Manchester..... 

- E Estou triste... As vezes não sei onde vou buscar tanta força mas, parece que ela esteve sempre aqui... =) 

- Nada como pensar que o quartaz da Queima do Porto está como as pipocas, mesmo a saltar cá para fora, para me por o astral para cima! Vai rolar minha gentxi! xD

- Amanhã é outro dia! =)

Sei-te de Cor


Eu acho impressionante que o meu telemóvel saiba de cor que sou portuguesa. Um pouco confusos? É que toda a vez que vou polegar o meu apelido, aparece "pt" na escrita inteligente... LOL xD Isto só não era normal se o terrível mobile fosse da marca chinoca, é de referir que eles lá passam a vidinha a apregoar: "Connecting People!"e não é que connecta? "E não é pouco, e não são muitos" (em solene homenagem a uns apanhados da tvi) =P Tudo Verdade, menos que eu gosto escrever em dicionário! =S Aquilo arrepia os cabelos até às biatas em dia de missa, e olhem que elas se aguentam bem! "Não vacila gata, você num vacila!" ou "Se eu não me animar, quem me animará?!" Momento de pedinchanço, literal e "de pernas bem abertas", (segunda solene homenagem da noite ao filme "de olhos bem fechados"=P) de festinhas! "Oh mamãeee, tá doendo ='(" e acaba com uma: "Mais choras, menos mijas fod****!" ='D

P.S.: Bolsas com Gatos? Devoro! =) Quero estas! (Beicinho...)

Até Amanhã, Até Amanhã...

As últimas 24 horas foram verdadeiramente alucinantes. Pelas 11h da manhã recebo uma chamada do lar da minha avó paterna a comunicar que a minha Maria Helena, com 84 anos, tinha sido internada de urgência devido a uma hemorragia gastrointestinal. Esta minha avó é diabética, tem bronquite, enfisema pulmonar, um problema de vesícula que só se resolveu com cirurgia de remoção e, recentemente, à cerca de dois meses esteve hospitalizada ficando 41 dias a combater contra uma pneumonia. Passámos o Natal juntas, fiz questão de convencer e que bem que ela esteve, que bem que conviveu, que bem que ajudou com a confecção dos mil e um doces que rechearam a mesa da consoada, do dia seguinte e dos dias seguintes a esses. Foi um verdadeiro banquete. Se vos dissesse que somos muito próximas mentia-vos, são circunstancias da vida, tantas vezes estúpida, são feitios dificeis de moldar, é a distância que não ajuda e não, não é uma desculpa, simplesmente existem relações que por muito que tentemos não passam de um certo limite. Mas, não me condenem já. Há amor, há sem dúvida muito amor e, acima de tudo, um brilho e uma cor nos seus olhos igual aos do meu pai. São algumas expressões, até as unhas são iguais. Os genes são uma coisa danada. É de certa forma uma maneira de reviver um pouco do meu pai e, ao mesmo tempo, tão diferente. Não sei explicar melhor, nem quero. Só sei que esta chamada foi suficiente para me fazer mexer, fiz a mala e pus-me a caminho de Campanhã. Tive que fazer transbordo em Coimbra-B e apanhar depois o train urbano que terminava na Figueira da Foz. Desenrrasquei-me, 40 minutos mais tarde, a pergtar ao motorista de táxi, muito simpático por sinal, se perto do hospital existia uma pensãozinha cómoda e barata onde pudesse ficar e, num instante, lá me levou. Em 5 minutos, a dona da Hospedaria Simões, mostrou-me o quarto, disse-me o preço e fechámos negócio. Deu-me a chave do quarto 2 e um cartão com os conactos. Saltei outra vez para dentro do táxi, pois o cronómetro avançava a toda a velocidade e, fomos a todo o gás para o hospital. Dispensei a factura e o sr. deu-me também o seu cartão com o contacto. Num instante estava já dentro do átrio principal do hospital, dirigi-me à recepção e, após dizer o nome da minha avó, recebo um cartão de acompanhante. São 18h30 e as visitas terminam às 19h. Esqueço o elevador, corro devagarinho até às escadas e subo ao primeiro piso, viro à esquerda para a cirurgia e procuro nas portas o número de cama 13. Percorro o corredor quase até ao fundo e, finalmente, logo à entrada, sentada na cadeira de rodas, lá estava ela com o seu robe azul a cobrir o pijama hospitalar. Visivelmente mais magra mas, não de tal maneira que meta impressão, vejo a sua expressão facial mudar do dia para a noite: "Olha a minha 'S !!! Óh filha estás aqui?" recebe-me ela, "Não estava nada a contar..." Faz-se silêncio, esboço um sorriso e os meus lábios encontram a sua testa onde me demoro no beijo. Começa a cair-lhe uma lágrima, que me apresso a limpar suavemente da cara. Ela coloca a mão dela na minha e apertando-a, surrurra-me: "Obrigada... Obrigada por estares aqui..." e, finalmente, sorri. O meu peito começa a bater mais rápido, o seu olhar toca-me e sei que tudo vale a pena por aquele momento. Tem o aparelho auditivo para arranjar e não me ouve se não lhe falar perto e num tom muito alto. Olho para o saco do soro quase a acabar, os meus olhos seguem o percurso até à mão esquerda onde tem o catéter e, ao ver-me a fitá-la, enquanto me contava que etava a ser muito bem tratada, arregaça a manga do robe e diz-me: "Já se fartaram de me picar". Carregadinha de hematomas digo-lhe que amanhã lhe trago trombocid. Ficamos mais um pouco a conversar, das irmãs, da companheira de quarto do lar que se chateou, do médico que reviu nesta estadia que lhe operou a vesicula à uns anos e que diz rindo muito que está: "Muito gordo, filha, ele está uma verdadeira bola hum...". No quarto estão outras 5 camas, 4 preenchidas no total. Digo-lhe que vou falar com a enfermeira e já volto. Acena-me com a cabeça e pisca-me o olho. Ponho a cabeça de fora para ver se está alguém no corredor, esquerda, direita, esquerda outra vez e sai uma enfermeira, dou uns passos e os nossos caminhos cruzam-se: "Boa noite!" dizemos as duas sem simultâneo. "É familiar da D. Helena?" ao que respondo: "Sim, sou a neta!"; "Ela hoje falou-me em si..." e passados 5 minutos tenho as informações que são possíveis de me dar neste momento. Não é animador. Amanhã a colonoscopia ditará onde será a cirurgia. "É sangue vivo, infelizmente" enfatiza ela, "Hoje de manhã levou uma transfusão... Mas só depois do exame saberemos ao certo do que se trata possivelmente!". Silêncio e olhos no chão... "Ela está bem disposta", "É uma mulher forte!" termino eu com um sorriso. Sem puder sacar mais nada volto para o quarto e voltamos a falar. Desta vez são os problemas das colegas lá do lar, é a amiga que fecha os olhos com 85 anos e "E eu que tenho 84!". Faço-lhe sinal com a mão de quem é uma menina pequena que merece levar tau tau com um ar carinhoso e logo muda de conversa. Conta-me da alheira que já tinha saudades de comer e uma amiga que gosta muito dela lhe trouxe ao que eu respondo: "Os mimos sabem tão bem não é? Pois!" Rimo-nos as duas, sem largar as mãos. As vezes, o silêncio inevitável volta e o medo do desconhecido reaparece vivo nos seus olhos. "Não sei o que me espera filha mas, estou conformada com a minha situação...", sinto que precisa de falar sobre isso e ao invés de mudar de conversa, continuo a mostrar-me atenta, olhando-a nos lábios como que um sinal para que continue. Não sei o que fazer. Ela rapidamente fala: "Eu gosto tanto de ti... " e conclui a frase a pronunciar o meu nome no diminuitivo, "Para mim vais ser sempre a minha ... (novamente o diminuitivo)" e larga uma pequena gargalhada com um olhar meigo. "Estás mais gordinha desde a última vez e o cabelo está tão bonito! Estás cada vez mais parecida com a tua mãe...", "Esse casaco deve ser quentinho!" a referir-se à minha canadiana cor-de-rosa: "Tens bom gosto a vestir! Nisso saiste a mim!". Impossível ficar indiferente. =) No meio disto aparece uma auxiliar de acção médica que me pede licensa e a leva mudar a fralda. Uma doente que está no mesmo quarto começa com aquela perguntas cuscas ao que eu respondo educadamente a algumas e corto-me noutras. Perecebo que se "preocupem" mas era daquelas personagens que se dá um dedo e leva logo a mão e comigo não tem sorte. Espero que fique boa logo. Regressam, a enfermeira tira-lhe sangue, muda o soro, dá-lhe uma picadela na barriga "é para a diabetes" "Não está não!" "Ah é aquele que me deu ontem tabém para fluidificar o sangue?" "Sim, D.Helena é essa mesmo está a ver como sabe... É uma sabichona aqui a D. Helena!" diz a enfermeira a piscar-me o olho e rimo-nos as três. "Estou a ser muito bem tratada..." volta a dizer-me quando a enfermeira vira costas. Falamos do tempo. Passa o segurança e diz-me que está na hora de saída. São quase quase 21h e eu devia ter-me ido embora às 19h. O tempo voa digo eu: "Bem, amanhã volto...Sim?" E abraço-a de coração aberto, "Está bem filha, se calhar é melhor só vires à tarde que de manhã ainda não devo ter feito o exame" "Eu apareço e logo se vê depois está bem? Porte-se bem" e pisco-lhe o olho "Oh, claro que sim!" dá-me ela um feedback a rir e dou lhe dois beijos, pego na mala e antes de sair solto um "Até amanhã, adeus..." e vou-me embora. Caminhando com a cabeça cheia de pensamentos, inda sou capaz de me despedir dos enfermeiros de seviço mas pouco depois ando, ando e de repente em vez de escadas vejo uma placa a dizer "maternidade". Apercebo-me que estou na lua e no caminho errado claro. Dou meia volta e escolho novamente as escadas, entrego o cartão de acompanhante ao segurança e vou até ao café logo à saída do hospital. Está um frio de gelar os ossos e uma chuva à molha tolos. Sinto-me mais confortável  com uma tosta mista e um galão. Ligo para contar novidades e apercebo-me que o 91 está sem bateria. Apanho um táxi novamente até à hospedaria e vou atenta para decorar o caminho e quando chegamos penso para mim: "...a pé são uns 20 minutos, espero que amanhã esteja bom tempo". Não devo gastar dinheiro assim e não tenho guardo-chuva. Entro no quarto, tranco-o e ao olhar bem não vejo tv: "Fod****, tu não me digas que isto nao tem tv!!!" e afinal lá estava ela pendurada na parede. Está ligada desde que cheguei, assim sinto-me acompanhada. Há uma cama de casal fofa, alguns móveis e uma casa de banho minúscula. Visto o pijama, ligo o pc, ponho os telemóveis a carregar. Não consigo viver sem tecnologia e, sem este blog já. Ouço os sinais de mensagem a tentarem a minha atenção, olho para o lado, volto a olhar para o pc e penso: "Deixem-me terminar isto que já vos dou atenção" "Preciso de desabafar e ao relatar isto estou a sentir-me melhor..." e agora sim, daqui a um minuto já estou a responder às mensagens. =) Até amanhã, até amanhã! ... =)

Disponibilidade a Mais, Energia a Menos

Procuram-se sugestões para actividades extra-curriculares. Ultimamente jogar o Super Mario da antiga Super Nintendo não me tem enchido as medidas!xD E então quando tenho de recorrer ao teclado e não a um comando, menos as coisas ficam aliciantes... Bah! =S E sinto-me velhinha por quase nínguem compreender este meu fanatismo por jogos de aventura e plataformas. Nova geração da Morangada... Yô LOLOL =P Quem seria o príncipe encantado que não combatia este mundo e o outro pela sua princesa? Não, não  pretendo uma ocupação demasiado exigente a qualquer nível. Gostaria de estar bem mais idiota hoje mas, não me puderam formatar o chip, desculpem... =/ Preciso de ouvir as vossas opiniões, seja um desporto, seja algo ligado a artes e espectáculos, passe pelo contacto com a natureza, ou outro campo que não tenha citado mas... Enfim o que vos passe pela cabeça mas pf. sugiram, sim?=) Quero ter uma nova ocupação que me motive, que me complete o vazio que às vezes sinto, porque "Parar é Morrer"! Desde já aviso que se alguém fizer uma sugestão que eu venha mais tarde a acatar não recebe nem chocolate nem uma medalha no 10 de Junho! xD Deixem de ser interesseiros porra! =P Muito Obrigada =') 

"And All This Time You've Had It In You... You Just Sometimes Need A... Push!" =D

Por que é que não falei na Páscoa?


Há quem acredite que não se deva comer carne na sexta-feira santa, há quem ainda acredite que existem coelhos que põem ovos (e de chocolate para fazer bem aos diabéticos) e eu sou obrigada a acreditar naquilo que aconteceu à muitos séculos atrás? Respeito é a palavra de ordem. Espero que tenham tido uma boa Páscoa, eu gosto de reunir a família todo o ano. Por isso fomos ao Gerês à uns dias atrás =) Sim, pode ser desfuncional e pouco crente mas é a melhor família do mundo! =D

Quem Conta Um Conto Acrescenta Um Ponto


A "Maria" foi a primeira revista "cor-de-rosa" que conheci! Há quem diga que não liga à vida dos outros, que pouco lhe interessa saber se a Felisberta casou hoje com o Manel, que por sua vez se tinha separado ainda ontem da Adelaide que sofria de astigmatismo (daí só o ver bem ao longe! xD). Mas afinal quem é que não quer saber da vida dos outros mesmo quando "todo" o mundo sabe? LOL É impossível a evolução da nossa espécie criar uma membrana auditiva assim tãp selectiva! xD Infelizmente e especialmente quando essa vida é a nossa! Heheh =P Pois...! É negar toda a cusquice intrínseca humana, é lutar em vão contra o instinto de socialização, é um sei lá de mil desculpas que não interessam nem ao Cristo que arregala os olhinhos na Cruz de tanto espanto! xD Ou até mesmo se o recém nascido deu o tiro na mãe que ainda estava no recobro do hospital em que mais casos de rapto se verificam no país. Cá para nós, pena que o puto só possa cumprir a pena daqui a 18 anos (isto se a cumprir pois até lá já nínguém se lembra do crime passional que prescreveu como quase tudo neste país=P). Às vezes "Há males que vêm por bem!" (antes tivesse sido raptado!=P) Mas isto tudo para dizer que todos somos obrigados a conviver com a fama, desde a "Maria" que gosta que saibam de si, de tudo e de todos até à sua gémea que não faz mal a um mosquito! Todos somos afinal tão famosos e muitas vezes nos esquecemos que o falatório e o berbulhinho cusco é sinal que que não nos limitamos a existir mas sim a viver e a sobreviver!=) Agora? Agora contem-me a história da Carochinha sff.! =D

Faz-me Falta


Faz-me falta olhar para o sofá e estar vazio.

Faz-me falta quando eras tu a cozinhar.

Faz-me falta ver como a cidade está diferente.

Faz-me falta olhar para o teu anel no dedo da mãe.

Faz-me falta quando íamos passear.

Faz-me falta ver que sempre me farás falta.

Mas de pensar nas faltas que eu continuo a dar na vida de alguns.. Faz-me crer que EU nunca devo faltar-vos, nem quando essa falta é justificável! =P

E eu já me fazia falta a mim própria... =) A vida é curta!

"The Secret Life Of Bees"


Pessoal... Pssst, psssssst! =P Aqui está um dos filmes que me encheu as medidas: "The Secret Life Of Bees". =)

Uma Aventura plus Drama que me cativou, como fã do género. Sem mais demoras deixo-vos com a sinopse: "Adaptação do romance "The Secret Life of Bees", de Sue Monk Kidd, com história ambientada na Carolina do Sul em 1964 sobre uma garota de 14 anos de idade, Lily Owens (Fanning), que é atormentada pelas lembranças da mãe. Para fugir da solidão e do problemático relacionamento com o pai, Lily decide acompanhar Rosaleen (Hudson), sua tutora e única amiga, para uma cidadezinha do interior do estado. É lá que a jovem irá conhecer August (Latifah), a mais velha das irmãs Boatwright, uma mulher inteligente e independente que revelará segredos do passado da mãe de Lily. Ao mesmo tempo, Lily ainda encontra consolo na magnetizante criação de abelhas das irmãs Boatwright." =)

E agora o indispensável trailer:

Aqui fica uma sugestão para quem também apreciar ;) A colocar verniz amargo para não roer as unhas só de pensar em revê-lo outra e outra vez! =P A falar em roer unhas, estou em abstinência desde Novembro '08! =) Foooogo! 5 meses...! Wwwoooww! Realmente o tempo não voa, anda à velocidade da luz =D 

As Espinhas da Nossa Vida


Costumo ouvir dizer que: "Não há bela sem senão!" e isto faz-me pensar naquela espinha nojenta que cresce mesmo antes de uma saída! xD É que não tem mãos a medir, aparece mesmo na ponta do nariz ficando com aquela tonalidade amarelada. Que nojo!! Esta senhora espinha (sim senhora porque já está bem madura=P) tem normamente uma capacidade fora do normal para provocar as unhas e consegue muitas das vezes pô-las num estado de ceder a qualquer instante!=D Muitas vezes ouço-as a picarem-se com bocas do géreno:

Espinha: "O que tu queres sei eu!"

Unha: "Gostas pouco gostas, deixa lá!"

E: "É só garganta, não tens capacidade para isso!"

U: "Se dizes isso mais uma vez eu nem sei que te faço, não respondo por mim!"

E: "Ui ka medo! "

U: "Andááá cá!" xD

E pimba a coisa acontece num abrir e fechar de olhos era uma vez... uma Espinha! Díficil? Difícil é alguém aguentar-se não é? =P

Já dizia o meu adorado Oscar Wilde: "Posso resistir a tudo, menos às tentações." =D Rebentem com elas, declarem guerra forte e feia! Mas no final, não esqueçam que podem acabar por ter uma maior infecção pois, as unhas andam em muitos lados! xD

Protect Ourselves! Em todos os sentidos =) 

Uma imagem vale mais que mil palavras né? Esta já foi comida e está pronta para ir para o caixote do lixo! xD Quem nunca presenciou ou viveu nesta situação que atire a primeira espinha! =P

O Essencial É Invisível Aos Olhos

Uma sobremesa merece muito respeito! Não vá... hoje estou a falar muito a sério! xD Na nossa cultura costuma ser o último prato a ser servido, aquele prato que é referido no início da refeição pelo gajo que tá à cabeceira (é bom que arrote pasta que seja uma coisa doida! =P) a dizer: "Guardem-se para a sobremesa!" E fica tudo a pensar: "É pá, se a malta conseguir deitar abaixo o cabrito antes disso, não duvides!" Mas a história desenrola-se, desenrola-se (entradas Xpto e sopinhas!=P) de tal maneira que meia letra aqui, meia garfada acolá e o bom do tintol como acompanhante (ou o meu mais que favorito Ice Tea de Limão xD), o negócio lá vai escorregando! Pobre? Só o cabrito!=D Eu sou uma fã incondicional de sobremesas porque o meu metabolismo rápido permite-me estes luxos xD Recentemente, descobri uma mina de ouro, com uma veradeiro diamente em bruto!LOL xD Se eu já me lambosava toda por aqueles profiteroles manhosos da Pizza Hut, eis que apareceu a evolução... aquela que fazia, na minha rica infância, com que o Sangoku arrepia-se aqueles cabelos e fizesse a bendita descoloração!

Essa evolução era um recheio de doce de ovos e não de chantily como os convencionais!!=) Água a crescer na boca? Roiam-se... xD Mas como eu até sou boa pessoa deixo aqui a fotografia mas digo-vos para não se deixarem impressionar pelo exterior pois "O essencial é invisível aos olhos!" =)

E como estamos numa maré de sobremesas, nada como um bolinho de arroz com uma vela para celebrar a primeira semana de postagens! Parabéns a Mim! xD (Eu nunca tinha experimentado esta data de aniversário em Abril=P)

Só uma nota para referir à minha Menina que já não consigo postar sem ter o teu blog aberto para ouvir a excelente compilação de músicas que tens no teu leitor ;) 

Eles São Aos Milhões e Assustam-me Porra!

Eu às vezes acho que me deviam aturar mais mas depois ponho-me a pensar que o meu F.C.P. até se portou bem na Champions... xD (Não me posso queixar então!=P) Vou partilhar convosco a minha fanatisse de outrora por este grandioso clube de futebol! Grandiosoooo sim! Não ponham essa sobrancelha para cima os benfiquistas que é já tudo corrido a dedo! LOL  P'ra vocês, seus ditos gloriosos, o post termina aqui e agora! xD (Menos, mto menos... fanatismo! =P). Porque vocês até podem ser os maiores (da Cantareira só se for =P) agora os melhores, os melhores somos nós cuarago! xD (Ainda estão a ler? Ah bem me parecia!=D LOL Viva a persistência e os longos anos de azia também! Brindêmos!=P) Bem, mas vamos ao que interessa sff?? Mau... Tudo começou quando a minha madrinha me gritava entusiasticamente pela equipa enquanto eu estava no pote! =P Sim estão mesmo a ler o que eu escrevi, naquela idade de transissão da fralda para o meu querido pote... azul! LOL =P E quê? Vão-me dizer que nunca tiveram um pote é? Ok, ok! Hão-de cá vir! =D A verdade é que era a única maneira de me fazer esquecer a traumática experiência de me separar da minha sempre cómoda fraldoca! Sim... o meu comodismo tem quase a idade de um dinossauro! =P Mas bola pá frente (que atrás de mim continuam os benfiquistas a ler! LOL xD Hoje tirei o dia para vos chatear, não foi?! =P) O kê? Digam lá mais alto, não tenham medo... Aaaahh frangos! Frangos também vocês sofrem né? LOL Ouve-se esta agora vinda da bancada: "A esta altura já tinhas largado a fralda! Dass" =P Já sim Sra. e já gritava vigorosamente pelo meu clube em frente da tv a cada partida, tudo graças a uma madrinha tão ou mais maluca que eu! Obrigada Elisa. =) (Estavam à espera de mais é? E pagar as cotas, não? xD Pois, pensar em piar fininho nunca fez mal a ninguém!=P)

P.S.: reparem que a importância dada ao título é a mesma de quando digo que o Porto nunca seria o mesmo sem a importância que lhe dá o grande S.L.B. =P

P.S.S.: Eu nunca pensei algum dia conseguir fazer um post decente, decente acerca de futebol mas, cá esta ele! =D

P.S.S.S.: sim, benfiquistas agora já podem ir à vossa vidinha que por hoje é tudo! xD

Esquizofrenia? Não, parece mais grave...



Hoje estou com aquela sensação que se tem quando numa partida de bilhar se mete a bola no buraco! xD Aquela sensação estranhamente satisfatória de trabalho cumprido que, por momentos, nos dá uma sensação de alegria extremosa! Demasiado na Lua? Talvez... Mas sabem? Ela é linda vista aqui da janela da minha sala e logo hoje que "o céu está estrelado" e tudo! =) Dass, estrelados só os ovos! "Desce à Terra! Hellooo!" =P Há uma voz na minha cabeça, uma voz que pia de fininho e é irritante. Tem os dois lados da moeda é como todas as coisas da vida! Alguns dizem que é a voz da razão, outros a do desepero e eu digo que ela é a única neste mundo que me conhece verdadeiramente =D Chego a achar que se ela não existisse eu era... Maluca! xD (Calma, calma... façamos uma pausa para um grande riso! Gozem, gozem! =P) Mas é ela que me mantém a saniedade mental, com os níveis de serotonina em alta xD Bem hajas! LOL Mas eu tenho umas contas a ajustar com essa malandreca porque já à muito tempo que bateu com a porta do tasco para obras e pôs-se na alheta! =P Ela é aquela que me diz, quando conheço pela primeira vez uma pessoa, que se calhar não devia investir numa amizade e todas as vezes que isso me aconteceu acho que ela tava certa! A culpa é toda minha e as desilusões acontecem a cada minuto que passa e algumas delas sem a vozinha lá estar! É o que dá viver, bate-se sempre com a cabeça na parede! E dói e o carailho do galo acorda-me a cantar de madrugada! (Era uma piada tá? xD LOLOL) É uma voz que sinto que agora está mais amadurecida, mais mulher e mais grossa LOL xD é minha propriedade e não a divido com ninguém, é minha só minha! E isto meus amigos é o que acontece quando se começa um post sem fazer a mínima ideia do que falar e, eu gostei! =D

Quem Tudo Perde, Tudo Pode Ganhar



No dia anterior a este fiz um "zapingue" às tantas da manhã e parei no "Boa Noite Alvim"... Alvim , grande Alvim! =D Cada vez que me lembro da sua faceta de Didjei xD no dia 25 de Abril '08! LOL Era roda no ar e ecoava a "Grândola Vila Morena" seguida do "D'Artanhammmm" passando pela "Abelha Maia" mesmo Lindo! Lindo! =P Caso para dizer, "Boa Noite Alvim"??? Nanana.... "Grande Noite Alvim"! xD Bem, a entrevistada do programa da noite passada era a mãe da Joana Solnado que afirma ter comunicado com Jesus. Eu sou uma pessoa de ciências exactas, aquela de convicções empíricas a maior parte das 24 horas de um dia, note-se a maior parte pois, muita coisa me tem feito questionar ultimamente até que ponto o destino não estará traçado. E arrepia, acreditem que arrepia! =S Ela dizia que todos temos uma crise de sete em sete anos e eu digo-vos uma coisa muito sinceramente no meu caso isso aplica-se que nem uma luva! Duvidam? Então confiram =P Aos 7 anos, no meu 1º ano de escolaridade (sim entrei com 6 anos a fazer 7!LOL) a minha escola incendiou-se devido a um curto-circuito no anfiteatro de teatro e... ficou irreconhecível!=/ Coisa mesmo à filme com direito a resgate, bombeiros, corpos queimados, enfim... Muito complicadinho que foi, talvez a razar o traumatizante! Mas sempre fui uma pessoa feliz na minha infância!=) Depois, aos 14 anos sofri uma grande perda na minha vida, faleceu o meu pai... E, aos 21 anitos, com 3 matrículas no curso mais lindo do mundo =P, uma vida de estudante fora da bela cidade Natal e uma relação de mais do que "casamento" de dois anos que acaba, regressei ao ninho materno com uma depressão do tamanho de uma casa (tipo moradia com alto terreno LOL =P) e, juntamente com ela, um enorme desejo de mudar de vida! Crises de 7 em 7 anos? Alguém quer crises? Heheh xD Falem-me a cantar! LOL Lanço aqui o desafio de reflectirem para pudermos concluir se realmente isto não passará de uma mera coincidência macabra ou terá, na verdade, algum fundamento... Atrevam-se a partilhar comigo essas experiências =) Actualmente, pouquichinhos dias depois de fazer 22 anos, li algures o seguinte: "Quem tudo perde, tudo pode ganhar" =) Eu realmente já "perdi" muita coisa mas na verdade estou sempre, sempre a tempo de "me encontrar", de ganhar, basta querer lutar para que isso aconteça. Estou com uma vontade enorme de me tornar uma pessoa melhor ultimamente =D 

Envelope CDS



Eu hoje proponho fazermos uma coisa (e dizem vocês: "Olha... lá vem esta maluca, vai sair m****!" LOL). Cá vai:

E se hoje pegássemos em 5€ (lê-se oiros lol), uma quantia q.b., metêssemos uma nota dentro de um envelope selado e sem escrever nada de remententes ou destinatários (fazer a coisa assim bem anónima LOL) a deixássemos no passeio de uma rua pouco movimentada. Imaginem no sorriso que iremos gerar a alguém que a encontre e mais ainda quando vir o recheio lá dentro! hehehe =P. Provavelmente se passarmos na rua passados 5 minetes, ups! 5 minutos LOL (tou mto sexual e parva hoje é verdade!) ela já se foi!xD Porque o ser humano tem uma coisa em comum com os gatos: "A curiosidade matou o gato!" e sorte só a destes meus bichinhos preferidos que têm sete vidas, já nós...... LOL xD Mas retomando à ideia luminosa LOL. Pois, à ideia podiamos juntar no mesmo envelope uma nota em papel que diria: "Compre algo para si e faça-se um pouco mais feliz!" =D Só de imaginar a cara da pessoa sortuda que poderia apanhar o envelope... =) Só para relembrar que as vezes, quando queremos, é tão fácil gerar um sorriso não é? Ao trabalho que me dou só por causa de um sorriso mas sabem que mais? Vale toda a peninha! =P Bons sorrisos minha gente, bons sorrisos! =D

Podem-me dizer... "Aaaah por um sorriso não é preciso fazer uma coisa tão elaborada, óh boua!" LOL Mas as vezes é e é mesmo! Por um sorriso sincero e verdadeiro é preciso darmos muito de nós e, então, quando nos rimos de nós próprios também é tão bom!=) Coisa que em mim é tão fácil e passa a vidinha a suceder! xD Desejo que encontrem o vosso envelope CDS (Criador De Sorrisos =D) em cada esquina que passarem, boas colheitas! =)

Sei lá, Sei lá...

Eu hoje quero um beijo, mas quero um beijoooooo =) Aiiiiii.... Não me venham com xóxos e afins, estou demasiado exigente, demasiado carente! (Quiçá demasiado alegre! LOL) Quero um beijo "burdadeiro" xD, com tudo a que tenho direito! =P Será mimo...? Ou é falta dele ou é tê-lo demasiado mas, é sempre mimo à mesma! xD E... se querem saber um pouco acerca do que é ser mimada, mas mimada, mimada, mimada... não vieram ao sítio certo! xD Tenho o meu q.b. de mimice, ou lá o que se pode chamar a isto e, hoje, gostaria de juntar todos os meus amigalhaços, os meus "burdadeiros" (como o beijo, lembram-se?=P) e reclamar a minha cota parte de carinho! Como ia saber tão bem!=) Fico-me pela sensação boa que me invade só de pensar na realidade disso acontecer... Bate leve, levemente (ou será "breve, brevemente"? Isso agora xD) como quem chama por mim...Será mimice? Estarei carente? A moca não é certamente e a saudade não devia bater assim! Por isso, venha de lá a "burdadeira" batida!! Heheh xD Ahhh... são as saudades!! (p**** LOL) =')

Faz Acontecer Que Eu Faço Valer a Pena


Os meus pés, os meus pés... eu não lhes dou importância nenhuma mas, devia! Assim como o tempo, os pés também não param mas, ao contrário do tempo, os mafiosos de cinco dedos cada um (pelo menos os meus! =P), não tem vontadinha própria e temos de ser nós a pô-los a mexer, a dar-lhes corda! =D Até onde for o pensamento, eles poderão ir e, se o céu for o limite, peço-vos encarecidamente que me deixem fazer o pino xD para poder tocar naquela nuvem, que vai apressada pelo sopro do vento e, sentir a plenitude! =) Pronto... já me estafelei no chão!=P Diriam vocês o ditado popular: "A nuvem passa, mas a chuva fica." e os pés voltam a sentir-se afogados por uma lei fatídica da gravidade que normalmente nos sussurra: "quando a cabeça não tem juizo... os pés é que pagam!" e é bem verdade...! Ultimamente cheguei à conclusão que lhes tenho dado muito descanso ou algumas vezes acomodo-me a colocá-los nos pedais de um carro para chegar a onde desejo ir... LOL Sim, tenho sido uma comodista e... isso não está nada bem e... não faz nada bem! =S Há que caminhar minha gente e... sentir o cansaço e o suor nas plantas dos pés (sem esquecer ou marginalizar os roll-on pf.! hehe), pois todos os desafios desta vida requerem um empenho da nossa parte a todos os níveis mas tem de haver um clique, aquele clique mágico, não do "querer" mas sim do "fazer". Esta era a altura em que os pés se manisfestam: "Faz acontecer, que eu faço valer a pena!" =) E devia dar importancia às minhas mãos que escreveram estas palavras depois de terem entrado em negociações com os meus pés e pago os direitos de autor como manda a lei. Sem elas também nada seria possível. "Impossible? Is Nothing!" =)

Com Bolinha no Canto


Há dias em que acordamos e, quando nos recordamos dos sonhos, desejamos profundamente que uns, fossem uma realidade, mas, outros, nem tanto. Lá está... na madrugada passada alguém fez o favor de descer a escada do meu consciente e viajar durante uns tempos por algum recalcamento, ainda não sei bem vindo de onde, que me fez ter um sonho, no mínimo inesperado. Já vos contava não? xD Pois bem... Eu não estaria longe se vos dissesse que foi prazeroso e tão "real" que acordei ainda ofegante mas ao mesmo tempo estaria com a pessoa errada no lugar errado, quiçá à hora errada lol =P Isto há cada coisa pá... se as madrugadas falassem ui ui! xD Mas fez-me pensar que tipo de associação subconsciente teria eu feito para ter tamanha salada russa de erotismo com alguém que não me desperta o mínimo interesse quando tenho as pestanas abertas!!?? Pois eu sei bem o que estarão a pensar... "Os opostos atraem-se menina", mas não, definitivamente não pode ser o caso, até porque essa teoria é bastante contestada, por mim também. Que venha meio mundo dizer-me que muitos dos sonhos não fazem sentido... (Ok!) e outro meio, que tudo tem uma explicação (Ok, ok!) e... eu fico na mesma LOL =P Portanto vamos lá ver... Se tal personagem me satisfez de tal maneira no meu universo, dito racionalmente "fantasioso", qual a razão de, na vida real, pressupor que é um "alvo a abater" hum?=D Conclusão: Talvez o meu emocional se enganá-se quando foi buscar os rapagões ao meu subconsciente... assim quero crer! LOL mas quem não erra? está perdoado! =D.  Acordei com a sensação que lá por muito que o ignore na vida "real" (isto do real tem que se lhe diga hehe!) ele deve certamente ter dito a melhor performace sexual da sua existência no meu mundo imaginário!xD Lá disso se poderá gabar! O ego das mulheres é uma coisa perigosa mas o dos homens valha-me Deus! =D E anda o pobre do rapaz sem saber que me levou à Lua em menos de um fósforo!xD Caso para dizer, "Já não se fazem gajos como... nos sonhos" Heheh!