Não Preciso de Razões Para Escrever

"Escrevo. E pronto.
  Escrevo porque eu preciso,
  preciso porque estou tonto.
  Ninguém tem nada com isso.
  Escrevo porque amanhece,
  e as estrelas lá no céu
  lembram letras no papel,
  quando o poema me anoitece.
  A aranha tece teias
  O peixe beija e morde o que vê.
  Eu escrevo apenas.
  Tem que ter por quê?"
  (Razão de ser, Paulo Leminski)
3 Responses
  1. Renata Says:

    NÃO, não tem que ter porquê ...
    E eu que também me sentia com saudades de te ler ...
    Espero que tudo melhore e qualquer coisa em que possa eu, Renata da Silva, ser útil, já sabes onde me encontrar!
    Um Beijão*


  2. HannaH Says:

    não são precisas razoes para se escrever. escreve-se.
    bjinho


  3. Bela Reflexão sobre a escrita...

    :)