“Dance Like No One’s Watching”

Era o que me apetecia fazer hoje. Arrancar a diversão garantida nos passos (des)ordenados que dou com o meu corpo. Á minha maneira, boa ou má, queria ser a melhor adepta dos balanços ritmados. Entrego-me a uma estranha decadência e, esqueço, definitivamente, o resto do mundo.  

Só desejo fechar os olhos e dançar. Apenas dançar. Quero sentir-me perdida na música, sentir as mãos dele na minha cintura (o que eu adoro mãos na cintura), e deixar-se entrar no meu ritmo, admirando-me como se fosse a mais encantadora de toda a pista. Sem desviar o olhar. Sem nunca desviar o olhar. Apenas dançaria. Junto a ele. Com ele.

Could You Feel The Sexual Tension?

Este ele é um ser hipotético, para mal dos meus pecados.

Ao ponto a que tu chegaste minha filha, Valha-te Deus.

LOLOL 

3 Responses
  1. Raramente me dá essa vontade. mas quando dá, dá com força. talvez uma vez por ano.
    se tens essa vontade, vai!;)


  2. ana Says:

    hipotetico???
    =P
    ahaha


  3. pedro Says:

    e porque nao vais? solta te e poderia dizer outra coisa mas nao digo senao podes ficar chateada cmg e tu nao me conheces(sou meio parvo e da idade avançada =X) bjos